Make your own free website on Tripod.com

REUNIÃO DE UM GRUPO (CRISTÃO)

 

Ter em conta o objectivo da reunião

Antes de planificarmos uma reunião devemos ter bem claros os objectivos: planificação, formação, revisão/avaliação, partilha de vida, etc. ...

Os objectivos da reunião condicionarão, como é evidente, a sua estrutura e o antes e depois da reunião!...

 

O "antes" da reunião

Toda a reunião deve ser preparada, não só pelos animadores, mas por todos os membros do grupo.

Por exemplo, se a reunião vai ser dedicada à avaliação do grupo cada um deve ir para a reunião com a sua avaliação feita - aspectos positivos e negativos, mudanças necessárias... De preferência, e quando possível, a preparação deve ser feita por escrito - para evitar que se digam coisas não pensadas e às vezes não sentidas! Tratando-se de uma reunião de formação, a preparação pode consistir, por exemplo, na leitura de um documento (mais simples ou mais complexo). E assim sucessivamente...

Daqui se deduz que é importante que todos tenham conhecimento prévio do objectivo da reunião.

Uma boa preparação implica, normalmente, uma reunião mais rica (mais partilhada) e menos dirigida pelos animadores (quando pelo menos estes a preparam!)

 

O "durante" da reunião

Estrutura

As reuniões podem ter estruturas muito variadas. Cada grupo deve procurar encontrar aquela que melhor resulte no seu caso concreto (não esquecer o objectivo...)

Apesar da diversidade de estruturas, há momentos quase "obrigatórios" de uma reunião":

·        Acolhimento: Cada um que chega deve sentir-se acolhido pelo grupo (atenção: cuidar a pontualidade!); pode ser feito com canções, partilha da semana...

·        Oração: se somos um grupo cristão não pode faltar, embora possa variar a sua duração...; de preferência relacionada com o objectivo da reunião.

·        Partilha: não pode haver reunião sem partilha (de vida, de ideias...); pode ser feita à volta de algumas perguntas... em minigrupo, dois-a-dois, em plenário...

·        Conclusão/Avaliação: brevemente destacar alguma ideia, síntese ou conclusão da reunião em jeito de avaliação dos seus objectivos; pode ser o animador a fazê-la mas será melhor que sejam os próprios...

Local e Duração

De preferência o local deve ser adequado à dimensão do grupo... Procurar que todos se coloquem num único círculo para que todos se vejam (evitar que alguém fique por detrás de outro).

Quanto à duração pode ser muito variável, no mínimo de 1 hora e um máximo de 2 horas. O mínimo deve ir aumentando à medida que o grupo vai caminhando até chegar à 1h30m.

Periodicidade

Apesar das dificuldades que isso possa implicar seria bom que o grupo se reunisse pelo menos quinzenalmente. Mas o ideal seria que o fizesse semanalmente. O que há que evitar é que o grupo se reuna "quando é preciso" ou "quando os animadores quiserem"...

 

O "depois" da reunião

Os animadores devem avaliar em conjunto se foram conseguidos os objectivos da reunião. Até porque, por vezes, a reunião só irá produzir efeitos algum tempo depois de acontecer...

Algumas notas importantes

·         Os animadores devem procurar trabalhar sempre em equipa e evitar qualquer sinal de divisão - sobretudo se tiverem ideias diferentes sobre os objectivos do grupo (neste caso devem procurar entre eles chegar a um consenso, fora da reunião)...Isto não significa que não possam manifestar opiniões diferentes! Mas no essencial procurem o consenso!...

·         O animador não é o "faz-tudo". Um bom animador deve procurar dar protagonismo aos membros do grupo, motivando-os para prepararem orações, orientarem reflexões... Também não é que mais fala...

·         Para que uma reunião "corra bem" é necessária criatividade... Deve-se, contudo evitar o perigo de dar mais importância às dinâmicas do que aos conteúdos e objectivos!

·         Um grupo não poderá funcionar bem sem pontualidade e assiduidade ás reuniões


© Equipa Arciprestal da Pastoral Juvenil de Barcelos
eapjb@geocities.com